Passo a passo para a realização da biometria de peixes

A biometria, quando realizada de forma regular, ajuda na visualização da efetividade da criação de peixes

Biometria de peixe - imagem meramente ilustrativa

Giovanni Resende de Oliveira, professor do Curso CPT Criação de Peixes – Como Implantar uma Piscicultura, ressalta que, para garantir a rentabilidade da criação, os piscicultores precisam dominar uma série de técnicas de manejo dos peixes, garantindo que o peixe produzido seja aquele que o mercado de fato deseja.

Nesse contexto, o acompanhamento do crescimento do peixe se destaca como totalmente necessário. Esse procedimento tem como principais objetivos verificar a eficiência no aproveitamento da ração, a conversão alimentar e a quantidade de ração gasta por quilo de aumento de peso dos peixes.

Recebe o nome de biometria a pesagem de algumas amostras dos peixes do lote para cumprir o objetivo mencionado acima. Depois dela, é possível calcular, também, o índice de conversão alimentar.

A seguir, aprenda o passo a passo para a realização da biometria de peixes:

- Material

A primeira etapa da biometria consiste na reunião de todos os materiais que serão empregados durante todo o processo. São eles: redes de captura, estacas de madeira ou aço, dois puçás, baldes plásticos com alça e resistentes e balança digital de gancho. Como todos esses itens em mãos, proceda ao seguinte passo.

Observação: evite estressar os peixes durante a realização da biometria.

- Captura dos peixes

Para capturar os peixes que serão utilizados como amostra, ofereça, antes, um pouco de ração para que eles sejam atraídos. Depois, realize um cerco em formato de ferradura com uma rede de tecido multifilamento sem nós. Nesse momento, evite capturar muitos peixes, cuidando para que o cerco não seja muito grande. Utilizando as estacas, sustente o cerco da rede e capture peixes de forma aleatória para a pesagem.

- Pesagem

Antes da pesagem dos peixes, realize a do puçá molhado e anote o peso obtido. Então, utilizando o puçá, capture os peixes aos poucos e, com 5 ou 6 por vez, pese-os. Registre o valor total e, antes de soltar os peixes novamente, conte-os.

- Cálculo do peso total dos peixes

Para calcular o peso total, some o valor de todas as pesagens obtidas. Multiplique o valor do puçá molhado pelo número de pesagens realizadas, registre e, por fim, some a quantidade de peixes pesados e contados por puçá. Depois, desconte, do valor total do peso, o valor obtido no cálculo do puçá molhado.

- Cálculo do peso médio dos peixes

O peso médio dos peixes é obtido a partir do valor do peso total dos peixes (medido em kg) dividido pelo número de peixes pesados. Por exemplo, o valor supondo que o peso total dos peixes foi 100kg e o número de peixes pesados foi 200, o peso médio dos peixes é igual a 0,500kg.

- Cálculo do ganho de biomassa

Biomassa corresponde ao peso total da população de peixes de um viveiro ou açude. Seu valor é encontrado a partir da multiplicação do número total de peixes pelo peso médio.

- Cálculo do índice de conversão alimentar

Por fim, o cálculo do índice de conversão alimentar serve para que o produtor perceba a eficiência com que os peixes transformam em biomassa a alimentação que recebem. A fórmula é representada por: Índice de conversão alimentar = consumo de ração (kg) / ganho de biomassa (kg).

Com a realização periódica de todas essas etapas, a biometria funciona como uma espécie de instrumento para a verificação da efetividade da criação de peixes.

 


Conheça os Cursos CPT da Área Criação de Peixes:

Criação de Peixes – Como Implantar uma Piscicultura
Nutrição e Alimentação de Peixes
Produção de Alevinos

Fonte: RURAL, Serviço Nacional de Aprendizagem. Piscicultura: manejo da produção de peixes em viveiros. / Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. – Brasília: SENAR, 2017. 120 p.; il.
por Renato Rodrigues

Renato Rodrigues 27-10-2021

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.